x
02/11/2015

Dicas de ginecologia

A prática de exercícios físicos libera endorfina e promove o relaxamento do corpo diminuindo a ocorrência e força da cólica menstrual.
Sim, nem todas as mulheres possuem TPM, mas algumas apresentam sintomas que devem receber auxílio de um profissional médico para serem superados.
A cólica menstrual pode causar incapacitar as mulheres de seguir a rotina regular, podendo até ocasionar dores de cabeça e indisposição intestinal. Quando frequente pode estar associada a patologias que requeiram tratamento, procure um especialista.
A aplicação de bolsas de água quente pode amenizar as dores da cólica menstrual, entretanto é importante a busca por um diagnóstico junto ao seu ginecologista de confiança para verificar as suas condições de fertilidade e saúde em geral.
Agende seus exames ginecológicos para poucos dias após a menstruação, esse é o momento mais adequado para se verificar alterações nos ovários, mamas, e etc.
Calcinhas sintéticas devem dar lugar àquelas com fundo de algodão, devendo ser trocadas diariamente.
Informe tudo ao seu especialista, sem constrangimento. É muito importante que você detalhe o uso de medicamentos, contato com DSTs, cirurgias que já realizou, desconforto sexual, entre outros.
No dia de papanicolau esqueça a ideia de usar ducha vaginal. O procedimento pode atrapalhar o exame.
Use  - quando necessário – lubrificantes em gel a base de água próprios para a área íntima nas relações sexuais.
A partir dos 40 anos, a mamografia deve fazer parte dos exames de rotina da mulher.

Mudança de humor

É um dos sinais mais frequentes da mulher com problemas na TPM.

A alimentação não influencia na quantidade do leite da nova mamãe, mas na qualidade de nutrientes que ela está passando ao seu bebê.

O leite materno é melhor alimento para uma criança, isso porque fornece os nutrientes necessários para a manutenção da saúde.

Mulheres devem retomar os exercícios com cuidado após o parto. No caso de cesárias, o tempo médio de espera é de 45 a 60 dias, já mulheres que optaram por parto normal devem aguardar um mês.
 
O preservativo é o método mais indicado em todas as fases da vida sexual de homens e mulheres, pois previne a gestação indesejada e também quaisquer DSTs – Doenças Sexualmente Transmissíveis, como a Aids e a Sífilis.
A infertilidade pode ter cura e o estado emocional é importante fator na hora de realizar seus tratamentos. Cuide de você, sempre.
 
Seu médico precisa saber!
Fale sobre qualquer alteração em sua saúde com seu especialista, é muito importante conversar abertamente para que seu médico compreenda o problema e oferece a melhor forma de ajuda.
A alimentação não influencia na quantidade do leite da nova mamãe, mas na qualidade de nutrientes que ela está passando ao seu bebê.
Tomar um cafezinho não é pecado. Mas, o vício em cafeína pode reduzir a fertilidade.

Refrigerantes e bebidas à base de cola e cafeína devem ser consumidas com moderação.
Você sabia?Os hormônios surgem com 12 semanas no útero da mãe e acompanham cada indivíduo por toda a vida.
Conheça os sinais mais comuns de que tem algo errado em sua saúde íntima
Coceira, irritação, corrimento, ardor ao urinar e dor pélvica podem ocultar vulvovaginites, enquanto irregularidade ou ausência de menstruação, aumento de peso, pele e cabelos mais oleosos são sinais típicos da Síndrome de Ovários Policísticos. Já a endometriose pode não apresentar sintomas, ou ainda ocasionar dor pélvica, cólica menstrual, dor na relação sexual e infertilidade.
Os miomas geralmente são identificados através de exames de imagem (ultrassom) e pelo aumento do sangramento menstrual, cólica e em alguns casos aumento do volume abdominal.
Outras doenças podem surgir e apresentar diferentes tipos de sintomas, é muito importante realizar exames de rotina com seu médico especialista.
É importante tomar banho após a relação sexual?
Sim, bastante. A higienização do órgão sexual após o ato auxilia na prevenção de infeções causadas por fungos, além de remover resíduos de sêmen, muco da lubrificação natural da vagina, e excesso de lubrificante do preservativo.
 
Machucou durante a depilação?
 Sim, bastante. A higienização do órgão sexual após o ato auxilia na prevenção de infeções causadas por fungos, além de remover resíduos de sêmen, muco da lubrificação natural da vagina, e excesso de lubrificante do preservativo.
Os ovários produzem um hormônio chamado de estrógeno, muito importante no desenvolvimento dos órgãos reprodutores e das características sexuais secundárias.